quinta-feira, 29 de setembro de 2022

SIMBOLOS OFICIAIS

De acordo com a Lei Municipal Nº 251/79, de 21 de novembro de 1979, são símbolos do Município de Água Branca: o Brasão Municipal, a Bandeira Municipal e o Hino Municipal.

O BRASÃO

O Brasão de Armas de Água Branca é descrito em termos próprios da seguinte forma: Escudo Sanítico pela Coroa Mural de oito torres de argentes e iluminada de góles. Em campo de jalde e firmado em chefe, um crescente de bláu encimada de uma flor de lis do mesmo. Ao termo, um triplo de bláu carregado de uma fonte heráldica de argente com chafariz do mesmo. Como apoio do escudo, a dextra e a sinistra ramas de mandioca e cana de açúcar, tudo ao natural, entre cruzadas em ponta sobrepostas de um listel de góles, contendo em letras argentinas o tampônimo “ÁGUA BRANCA” ladeado pela data 24 de abril de 1875. O Brasão descrito tem as seguintes interpretações simbólicas:

O Escudo Sanítico usando para apresentar o Brasão de Armas de Água Branca foi o primeiro estilo de escudo introduzido em Portugal por influência francesa, herdado pela Heráldica Brasileira como evocativo da raça colonizadora e principal formadora da nossa nacionalidade.

A Coroa Mural que o subpõe é o símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo argente (prata) de oito torres, das quais apenas cinco são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade representada na SEGUNDA GRANDEZA, ou seja, sede de comarca – a iluminura de góles (vermelho), pelo significado heráldico da cor é condizente com os predicados próprios dos pioneiros colonizadores e dos dirigentes da comunidade.

Em Chefe (parte superior do escudo), o crescente de bláu (azul), sobreposto de uma flor de lis do mesmo esmalte é o símbolo de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade em cujo louvor são realizadas anualmente no período de 28 de novembro a 08 de dezembro, festa de caráter folclórico religioso, atraindo para a cidade multidões de peregrinos ou turistas.

Ao termo (parte inferior do escudo) o triplo mantel de bláu (azul) representa no brasão as três serras localizadas em território do município: Serra dos Gonçalves, Serra do Charneca e Serra do Mulungú, responsáveis pelo clima ameno e saudável da cidade.

Carregada sobre o mantil, a Fonte Heráldica de Agente (prata) vem a se constituir num parlantissismo do brasão, posto que, da existência de uma fonte natural de água límpida advém o topônimo dado a cidade: ÁGUA BRANCA.

A BANDEIRA

De conformidade com a tradição da Heráldica Portuguesa da qual herdamos os cânunos e regras, a vexiologia municipal poderá ostentar bandeiras oitavadas, sextavadas, esquarteladas ou terciadas, tendo por cores as mesmas constantes do campo do escudo e ostentado no centro o na talha uma figura geométrica onde o brasão municipal é aplicado.

A Bandeira Municipal de Água Branca será esquartelada em cruz, sendo os quarteis de azul constituídos por faixas amarelas de dois módulos de largura carregadas de sobre faixas vermelhas de um módulo, dispostas duas a duas no sentido horizontal e vertical entrecruzando-se ao centro, tendo neste ponto, brocante, um losango amarelo de oito módulos de comprimento por seis módulos de altura, onde o brasão municipal é aplicado. A Bandeira Municipal de Água Branca obedece a esta regra, sendo por opção:

Esquartelada em cruz: este símbolo lembra o espírito do seu povo

O Brasão aplicado na bandeira: representa o governo municipal

O losango amarelo: representa a própria cidade sede do município

A cor amarela: é o símbolo da glória, esplendor, grandeza, riqueza e soberania

As faixas amarelas carregadas de sobre faixas vermelhas: representa a irradiação do poder municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território

A cor vermelha: é símbolo de dedicação, amor pátrio, audácia, intrepidez, coragem, valentia

Os quartis de azul: representa as propriedades rurais existentes no território municipal

A cor azul: é símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo e lealdade

O HINO

Por entre serras altaneiras
Brilho de estrela a cintilar
Surge nas plagas sertanejas
Que as nossas almas
Chama todos pra te olhar

Somos teus filhos te saudamos
Com todo afeto e gratidão
Água Branca te amamos
Neste hino de amor e de gratidão

Quantas riquezas neste solo
Ó quanto orgulho tu nos dás
Vem nos dizer teu berço colo
És uma luz que nos inunda e traz a paz

Somos teus filhos te saudamos
Com todo afeto e gratidão
Água Branca te amamos
Neste hino de amor e de gratidão

Tua centenária história
A nós nos lembra quem tu és
Neste pendão cheio de glórias
Tuas igrejas teus sobrados tua fé

Somos teus filhos te saudamos
Com todo afeto e de gratidão
Água Branca te amamos
Neste hino de amor e gratidão

Composição e melodia: Monsenhor Rosevaldo Caldeira de Souza
Lei N° 567 de 29 de dezembro de 2008

Skip to content